Home Data de criação : 08/07/08 Última atualização : 14/12/26 18:33 / 218 Artigos publicados

Tubarão-branco  escrito em sábado 26 julho 2008 12:26

carcharodon carcharias, tubarão-branco

Blog de vidaselvagem :Vida Selvagem, Tubarão-branco

Certamente o mais admirado de todos os tubarões é o grande tubarão-branco (Carcharodon carcharias). Também não é pra menos, já que com seus dentes grandes, triangulares e achatados, em forma de ponta de lança, com orlas serrilhadas e cortantes; corpo cinzento-acastanhado e ventre branco que lhes proporciona um eficiente mimetismo, pois, visto de cima confunde-se com o escuro do fundo oceânico e se olhado por baixo ofusca a visão com a luz proveniente da superfície; um tamanho descomunal que pode ultrapassar os 6,40 m e um peso de até 3 toneladas, fazem dele juntamente com as orcas os maiores predadores dos mares, principalmente, das águas frias. Nessas áreas os espécimes atingem um tamanho muito maior do que aqueles que vivem em águas mais quentes, provavelmente, por causa do tipo de presa que consomem – focas e leões-marinhos. Em contrapartida os tubarões-brancos que vivem nos mares tropicais costumam alimentar-se preferencialmente de peixes, lulas, tartarugas e aves marinhas, além de outras espécies de tubarões; por isso, costumam ser menores do que seus parentes de águas temperadas.

O tubarão-branco e o tubarão-mako são as mais velozes espécies, chegando a nadar até 60 km/h. Esse recorde só é possível, graças, a barbatana traseira, já que as demais barbatanas servem apenas para dar equilíbrio. Curiosamente os peixes em geral ondulam o corpo para se mover, enquanto os tubarões simplesmente usam a nadadeira caudal.

Os tubarões-brancos comem, em média, na natureza 60 kg de carne por dia.  É uma espécie naturalmente rara, pois tem uma das mais baixas taxas de procriação entre os peixes, gerando um, ou ocasionalmente, dois filhotes por vez. Algumas vezes atacam praticantes de esportes náuticos, como surfistas; porém, ao sentir o gosto do sangue humano e perceber a constituição física composta de músculos e pouca gordura (que é o que preferem), abandonam a vítima.  Esses ataques se dão por que o tubarão, em geral, confunde um surfista com uma rechonchuda foca, isto porque, sê olhado debaixo quando deitado por sobre a prancha e remando com os braços, lembra e muito suas presas naturais, daí investir com tal voracidade. 

 

 

 

 

 

 

 

José Henrique Moskoski

Escritor e Pesquisador de Vida Selvagem

 

  

 

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.166.105.24) para se identificar     

Nenhum comentário
Tubarão-branco


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para vidaselvagem

Precisa estar conectado para adicionar vidaselvagem para os seus amigos

 
Criar um blog